fbpx

O que você precisa saber sobre o 5G no Brasil

O que você precisa saber sobre o 5G no Brasil

Com o último leilão realizado pela Anatel, em novembro de 2021, a notícia de que o 5G passará a ser usado no Brasil é oficial. Neste primeiro semestre de 2022 a tecnologia já está sendo testada e a expectativa é que seja implantada nas grandes cidades até julho. No segundo semestre a previsão é que todas as cidades no país já tenham a cobertura.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Mas, depois de tanta discussão sobre o 5G, você sabe dizer o que muda com a chegada da nova geração da banda larga no Brasil? Primeiro vamos entender o que é essa tecnologia.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

1G, 2G, 3G, 4G e finalmente 5G

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Antes de tudo é bom esclarecer que o 5G nada mais é do que uma evolução nas tecnologias já existentes de internet. As mudanças estão relacionadas a estabilidade das conexões e a velocidade de downloads e uploads. Com o tempo, os modelos de banda larga foram sendo aprimorados e hoje são mais seguros, estáveis, com maior capacidade de armazenamento e transferência de dados. 

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Os primeiros registros da utilização da internet banda larga ocorreram durante a Guerra Fria, para manter a comunicação no exército entre diferentes locais nos EUA, mas ela só ganhou o formato que conhecemos hoje em 1989, quando o cientista Joseph Lechleider criou o que chamamos de Linha Digital Assimétrica para Assinante (ADSL). 

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A invenção foi uma alternativa para melhorar a conexão a partir de linhas telefônicas. No Brasil ela foi apresentada no início dos anos 2000, mas só a partir de 2013 que o uso em aparelhos móveis se popularizou.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Hoje, o 4G já está presente em quase todos os cantos do país e o próximo passo é trazer o 5G. Mas, se o 4G já funciona e atende a boa parte da população, quais são as vantagens da quinta geração de banda larga?

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Benefícios do 5G

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Em linhas gerais, o 5G é 20 vezes mais rápido que o 4G e sua rede consegue suportar até 1 milhão de aparelhos conectados, enquanto o 4G segura somente 10 mil aparelhos.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Apesar do grande público poder ter acesso ao 5G num futuro próximo e perceber a diferença entre os dois, não é ele o grande impactado por essa evolução nos serviços de internet. Grandes indústrias, a área médica e setores de inovação que trabalham com Internet das Coisas serão positivamente impactados pela estabilidade e pela capacidade do 5G, que poderá substituir conexões de Wi-fi, por exemplo, sem perder na segurança nem no fluxo de informações.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Nos EUA por exemplo, já são feitas cirurgias e atendimentos médicos em locais com pouca estrutura com a ajuda do 5G.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O que muda

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A principal dúvida da maioria dos usuários do 4G está relacionada à compatibilidade de aparelhos para receber a nova tecnologia. A boa notícia é que se o seu aparelho comporta o 4G, a princípio, ele poderá receber o 5G sem que nenhuma adaptação seja necessária.  

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

A implementação do 5G no Brasil se dará em diferentes fases: no primeiro momento a rede disponibilizada é o 5G DSS (dynamic spectrum sharing, ou “compartilhamento dinâmico do espectro”). Nessa rede as frequências já utilizadas pelo mercado serão utilizadas da mesma forma. 

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Após o leilão da Anatel, novas frequências já podem ser usadas com o 5G e elas estão disponíveis de duas maneiras: a non-standalone (NSA) e a standalone (SA). São poucas as diferenças entre as duas e as principais delas só são sentidas em ambientes controlados. Para o grande público não há grandes mudanças.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O principal que merece ser comemorado é o aumento da área de cobertura, o possível barateamento de outras tecnologias, a expansão do uso da internet fora de casa e a segurança que essa tecnologia oferece.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Dica de ouro: não invista em aparelhos compatíveis exclusivamente ao 5G ou você ficará limitado às áreas em que essa tecnologia já funciona. 

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

De maneira geral, essa novidade há de ser comemorada, pois trará muitos benefícios e progressos para a sociedade brasileira como um todo.

Geovana
No Comments

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website